Cara de Mãe

September 16, 2015

cara de mae

Deixa eu começar esse post tirando as teias de aranha que tomaram conta desse blog quase que abandonado. Só não digo que está totalmente abandonado por que não passou um dia sequer que eu não me senti culpada por não estar postando nele. Se você, meu querido leitor, me acompanha nas redes sociais, você deve saber que eu estou grávida do meu primeiro filho. Uma surpresa -leia-se SUSTO- agradável que mudou minha vida de uma hora pra outra e em todos os sentidos possíveis. <3

Eu já “escrevi” esse post mentalmente umas 100 vezes. Pensei em fazer primeiro por video. Quero muito conseguir fazer um diário de gravidez pro meu canal do youtube. Primeiro pra tirar as teias de aranha de lá também e segundo pra poder compartilhar com vocês e guardar de lembrança todos esses momentos únicos que estou vivendo. Mas video tem toda uma preparação, e eu ainda não estou me sentindo disposta a aparecer. Por isso resolvi por enquanto deixar a preguiça de lado e escrever um resumão sobre esses primeiros meses.

Vamos começar pelo lado menos agradável…

Uma amiga que ainda não engravidou me perguntou como são esses enjoos de que eu tanto me queixo. A melhor comparação que eu pude fazer foi a seguinte:

“Imagine a pior ressaca da sua vida – mas a PIOR mesmo – agora imagine sentir tudo isso durante 3 meses seguidos. Welcome to my life. :-)

Eu sei que existem mulheres que não sentem nada. Essas nós chamaremos de “sortudas dos bumbuns virados pra lua”. E como você já pode imaginar não foi o meu caso. Foram três meses passando mal o dia inteiro. Enjoo, mal estar, dor no estomago, na cabeça. Quase não conseguia comer e quando tinha vontade de comer só descia junk food. Passei a comer várias porcarias que antes eu nunca comeria, exemplo coca-cola, a única coisa que me permitia engolir comida. Claro pra depois vomitar tudo, mas isso é um detalhe. Perdi totalmente o desejo de cozinhar, só de pensar eu ficava enjoada. Para uma pessoa que cozinha por profissão, imagina o choque emocional hehe. No momento estou conseguindo fazer uma sopinha de arroz integral e legumes que tem sido minha refeição de todos os dias. E ajuda bastante a acalmar o estomago.

Pra você ter uma ideia hoje foi o primeiro dia em quase quatro meses em que acordei melhor. Continuo sem muito animo nem disposição, mas só de não sentir enjoo já é motivo para comemoração. Dizem que a maioria das mulheres melhoram 100% no quatro mês. Estou torcendo muito para eu me sentir bem todos os dias daqui pra frente.

E como tudo na vida, existe sim um lado bom em todas as situações em que vivemos. O primeiro ultra som que fizemos com 10 semanas foi literalmente um dos momentos mais marcantes da minha vida. Ver aquele serzinho se mexendo e praticamente dançando dentro de mim foi inexplicável. Para ver esse video fofura clique aqui.

Outro momento especial foi quando eu me olhei na foto que está no início desse post e me achei com cara de mãe. Eu sinceramente já me sinto uma Paty diferente. Minhas preocupações, prioridades e desejos mudaram completamente. E começo a entender o quanto a maternidade muda a gente, e muda pra melhor. Aqui em casa o assunto tem sido um só, o nosso bebê. Eu e o meu marido estamos juntos há 8 anos e casados há 6. Esperamos muito tempo por esse momento. A gravidez não foi planejada mas foi muito bem vinda. <3

Por hoje é só isso que eu gostaria de falar. Logo, logo já vou estar melhor e vou começar a gravar o diário de gravidez em video. Por lá eu vou contar tudo com mais detalhes – como nós descobrimos, os primeiros sintomas, primeiros desejos etc…

Um beijão grande e obrigada pela paciência e carinho de sempre!!

Beijinhos, Paty
Comentários: 0
Compartilhar
filed under: VIDEOS

Deixe seu comentário:

Seu e-mail não será divulgado. Os campos marcados com * são obrigatórios.